quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017





















Daqui ao polo sul
naveguei desesperado
todas as águas
noites e dias
náufrago solitário
em busca da brancura
de mares gelados
Daqui ao seu coração
esqueci a estrada
desencontrei o caminho
me fiz tão sozinho
que me perdi
no vale sombrio 
da desilusão

Nenhum comentário:

Postar um comentário